Rota de veículos roubados e clonados entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina é desmantelada

Rota de veículos roubados e clonados entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina é desmantelada

Polícia Civil capturou último integrante da quadrilha que havia sido alvo de operação na segunda-feira

Correio do Povo

Criminoso já foi trazido pelos agentes para Porto Alegre após prisão na cidade catarinense de Palhoça

publicidade

A Polícia Civil anunciou na manhã desta quarta-feira a desarticulação completa de uma rota de veículos roubados e clonados entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Um dos titulares da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos (DRV) do Departamento Estadual de Investigações Criminais, o delegado Rafael Liedtke explicou à reportagem do Correio do Povo que um dos principais elos de entrada em SC dos carros levados do RS foi capturado na noite dessa terça-feira. O criminoso foi preso pelos agentes da DRV na cidade catarinense de Palhoça, durante uma ação em conjunto com a equipe do delegado Rodrigo Bortolini, da Delegacia de Roubos de Veículos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil de SC.

De acordo com o delegado Rafael Liedtke, o criminoso é natural de Eldorado Sul, mesma cidade natal do principal alvo da operação deflagrada em Porto Alegre, Eldorado do Sul e Alvorada realizada na última segunda-feira. Na ocasião, os agentes da DRV, sob comando dos delegados Rafael Liedtke e Marco Guns, cumpriram 14 ordens judiciais, sendo quatro mandados de prisão e outros dez mandados de busca e apreensão. A ação na ocasião resultou em cinco detidos, incluindo o então principal alvo da operação. Esse bandido, que mantinha contatos direto com o cúmplice fixado em Palhoça, foi reconhecido pessoalmente por um coronel aposentado da Brigada Militar, de 81 anos, agredido por ele com uma coronhada durante assalto em maio deste ano no bairro Floresta, na Capital. A  vítima teve levados um Hyundai Creta, avaliado em R$ 70 mil, junto com um revólver calibre 38 de sua propriedade, um telefone celular e cerca de R$ 600,00 em dinheiro, além de roupas e alimentos que estavam no veículo.

A investigação apontou ainda que o criminoso preso em Palhoça é envolvido em dois roubos de veículos cometidos em Porto Alegre, no final do ano passado. O primeiro crime ocorreu em outubro no bairro Auxiliadora, quando foi roubado um Hyundai ix35, no valor de R$ 67 mil, junto com um aparelho celular, dinheiro e demais pertences pessoais da vítima. Já em dezembro, o bandido é suspeito de roubar uma moto Honda CB600F Hornet, avaliada em R$ 24 mil, na Avenida A. J. Renner, no bairro Humaitá.

Os policiais civis apuraram que a quadrilha adulterava os sinais identificadores dos veículos roubados, como placas, numeração de vidros, chassi e motor, para posterior clonagem. Uma boa parte dos carros era então levada até SC, onde acabam sendo revendidos como se fossem originais.O bando de assaltantes agora desmantelado agia, sempre com violência, em Porto Alegre e Região Metropolitana. Eles atuavam na maioria das vezes, em duplas e se aproveitavam de um momento de distração das vítimas para executar o roubo do veículo, mediante grave ameaça imposta pelo emprego de arma de fogo. 

O líder da quadrilha, também natural de Eldorado do Sul, já havia sido detido em julho do ano passado na praça de pedágio da freeway, em Santo Antônio da Patrulha, quando levava uma caminhonete Fiat Strada para a cidade catarinense de Sombrio. A ação foi realizada na época pela própria DRV.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895