capa

Seis são presos em fraude ligada à saúde no Vale do Sinos

Ação investiga a suspeita de um esquema envolvendo servidores públicos e empresários

Por
Correio do Povo

Operação Anamnese desencadeada pela Polícia Civil em Estância Velha, Novo Hamburgo, Dois Irmãos e Mostardas

publicidade

Seis pessoas já foram presas na manhã desta terça-feira na operação Anamnese desencadeada pela Polícia Civil em Estância Velha, Novo Hamburgo, Dois Irmãos e Mostardas. A ação investiga a suspeita de um esquema fraudulento envolvendo servidores públicos e empresários ligados a uma clínica contratada pela Prefeitura de Estância Velha para a realização de exames de imagem, como raio-x, ecografia e tomografia. O nome da empresa não foi revelado.

Os agentes cumprem oito mandados de prisão temporária e dez mandados de busca e apreensão, sob comando da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública e Ordem Tributária (DEAT) do Departamento Estadual de Investigações Criminais.

A sede da Prefeitura de Estância Velha e da clínica estão entre os alvos. Os envolvidos, incluindo ex-secretários e empresários podem responder pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, fraude licitatória e associação criminosa em prejuízo ao erário. 

A Prefeitura de Estância Velha informou que está à disposição da Justiça quanto às investigações da suspeita de fraude em exames médicos realizados pela clínica em questão. "A administração está colhendo informações adicionais para que, posteriormente, sejam tomadas as medidas cabíveis com relação aos fatos. Repudiamos qualquer ato ilícito ou fraude independente do setor da Administração Pública, neste caso, envolvendo a saúde da comunidade. Diante disso, a gestão municipal é a mais interessada em esclarecer os fatos denunciados."