Senad do Paraguai localiza e destrói laboratório de produção de skunk que viria para o Brasil

Senad do Paraguai localiza e destrói laboratório de produção de skunk que viria para o Brasil

Operação policial na zona rural de Amambay resultou na apreensão de mais de 1,3 tonelada da droga e de 1,2 mil pés de maconha

Correio do Povo

Ação ocorreu nesse domingo

publicidade

A Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai anunciou a localização e destruição de um laboratório para a produção da maconha do tipo skunk destinada ao Brasil. A operação policial ocorreu nesse domingo em Colonia Piray, na zona rural de Amambay.

Houve a contagem de mais de 1,3 tonelada da droga e uma quantidade superior a 1,2 mil plantas em fase de germinação e de colheita. Equipamentos para cultivo hidropônico, ventiladores e fertilizantes foram recolhidos, entre outros.

O laboratório, escondido no meio do mato, contava ainda com dois galpões de germinação com sistema de iluminação e ventilação, duas estufas com iluminação e sistema de irrigação por gotejamento, além de um depósito de secagem.  

Foto: Senad / Divulgação / CP


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895