Sequestrador no Rio usava máscara igual ao atirador de Suzano
capa

Sequestrador no Rio usava máscara igual ao atirador de Suzano

Bandana de caveira foi usada para cobrir rosto durante os dois crimes

Por
R7

Sequestrador e atirador usavam máscaras de caveira

publicidade

O homem responsável pelo sequestro do ônibus 2520 na ponte Rio-Niterói nesta terça-feira estava usando a mesma máscara que um dos atiradores usou durante o atentado em uma escola estadual de Suzano, no dia 13 de março. Um dos autores do ataque à escola usou uma bandana com uma caveira para cobrir o nariz e a boca durante o ataque.

O ônibus 2520, da empresa Galo Branco, que faz o trajeto Jardim de Alcântara-Estácio, foi sequestrado às 5h30min. O suspeito teria e se identificado como policial militar antes de entrar armado. O homem não justificou o sequestro e foi morto pelas forças de segurança que faziam cerco ao veículo. Seis pessoas foram liberadas pelo suspeito até o fim da operação. Não houve feridos durante as quase quatro horas de sequestro.

Atentado em Suzano

A escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, a 50 km de São Paulo, foi palco de um massacre, de acordo com o governo do Estado, dois antigos alunos mataram oito pessoas, entre elas cinco estudantes e duas funcionárias, e depois cometeram suicídio. Outras dez ficaram feridas. A PM identificou os dois responsáveis pelo atentado: Luiz Henrique de Castro, que iria completar 26 anos no sábado, e o atirador era menor de idade.