Sete estabelecimentos comerciais são fechados pela Guarda Municipal de Porto Alegre

Sete estabelecimentos comerciais são fechados pela Guarda Municipal de Porto Alegre

Bares, lojas de conveniências e lancherias funcionavam após 20h de sexta-feira e na madrugada deste sábado

Correio do Povo

Ação teve participação da Brigada Militar que registrou também cerca de 250 denúncias

publicidade

A Guarda Municipal de Porto Alegre fechou sete estabelecimentos comerciais que estavam funcionando fora do horário permitido pelo decreto estadual para frear a disseminação do novo coronavírus. Entre os flagrados abertos depois das 20h de sábado estavam bares, lojas de conveniências e lancherias.

Houve ainda uma ação especial deflagrada entre a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado para coibir festas clandestinas e aglomerações na Capital. A mobilização teve a participação da Empresa Pública de Transporte e Circulação e da Brigada Militar. As equipes percorreram os bairros Moinhos de Vento, Cidade Baixa e Centro Histórico.

Já no bairro Farrapos, os guardas municipais flagraram uma festa clandestina com cerca de 30 pessoas. No local estavam sendo vendidos alimentos e bebidas. O evento foi encerrado.

Por sua vez, a Brigada Militar registrou cerca de 250 denúncias de festas e aglomerações em toda a cidade no período. Conforme a BM, a maioria dos casos apontava para casas, apartamentos e propriedades particulares.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895