Sobe para quatro número de mortos no tiroteio em escola dos EUA

Sobe para quatro número de mortos no tiroteio em escola dos EUA

Uma estudante de 17 anos morreu em decorrência dos ferimentos

AFP

Uma estudante de 17 anos morreu em decorrência dos ferimentos

publicidade

O número de mortos no tiroteio em uma escola de Michigan aumentou para quatro nesta quarta-feira (1º), depois que um estudante de 17 anos morreu em decorrência dos ferimentos, disse a polícia local.

O gabinete do xerife do condado de Oakland indicou em um comunicado que Justin Shilling, que era aluno da Oxford High School na pequena cidade rural de Oxford, sucumbiu aos ferimentos após o ataque.

Na terça-feira, um estudante de 15 anos abriu fogo com uma pistola semiautomática nessa escola de Michigan, disparando pelo menos 30 vezes. O ataque resultou em quatro alunos mortos e seis alunos e um professor feridos, disse a polícia. Não houve uma explicação imediata sobre o motivo do ataque, que causou pânico entre os 1.800 alunos da escola.

O agressor usou uma pistola Sig Sauer de 9 mm que seu pai comprou para ele em 26 de novembro, dia seguinte ao Dia de Ação de Graças, conhecido como "Black Friday" por causa das promoções feitas por lojas de todo o país no início do período de compras de Natal.

O suspeito, um estudante do segundo ano, aparentemente levou para a escola a arma e vários carregadores de munição em uma mochila. Ele se entregou à polícia no corredor do colégio, com várias balas ainda na arma.

A polícia disse que revistou a casa do suspeito."Espera-se que esta seja uma investigação longa e centenas de entrevistas serão conduzidas", afirmou na nota.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895