Túnel e plano de fuga em massa são descobertos no Presídio Estadual de Erechim
capa

Túnel e plano de fuga em massa são descobertos no Presídio Estadual de Erechim

Escavação estava sendo realizada na Galeria B e envolvia duas celas com 40 detentos

Por
Correio do Povo

Buraco aberto sob o prédio media 2,8 metros de comprimento e 1,1 metro de profundidade


publicidade

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) anunciou nesta terça-feira a descoberta de um túnel escavado por detentos do Presídio Estadual de Erechim. O buraco aberto sob o prédio mede 2,8 metros de comprimento e 1,1 metro de profundidade. Ele foi construído na Galeria B e permitiria uma fuga em massa de apenados. O delegado penitenciário da 4ª Região (Noroeste), Alexo Wallaum informou que a manutenção e fechamento do mesmo já está sendo providenciada. Um sindicância interna já foi aberta.

O flagrante do plano dos presos ocorreu nesta manhã durante uma conferência estrutural realizada pelos agentes penais. O buraco foi localizado embaixo de uma cama na cela 16, escondido com mantas e cobertores e tinha ligação com a cela 17 que direciona para o pátio externo da casa prisional. Segundo a Susepe, os presos de ambas as celas foram revistados e realojados em outras celas. Havia 18 apenados na cela 17 e outros 23 detentos na cela 16.


Conforme Alexo Wallaum, os agentes penais realizam diariamente uma conferência minuciosa nas celas na presença dos apenados. De acordo com ele, o trabalho tem o objetivo de contar o número de presos para controlar possível fuga e verificar ainda se ocorreu algum dano na estrutura das janelas ou alguma escavação de buracos. “Mesmo que o quadro de servidores esteja reduzido, este tipo de ação é executada com bastante efetividade no Presídio de Erechim, e destaco a excelente atuação deles que impediram a fuga, além de contribuírem para o combate ao crime”, frisou.