Traficante sai de matagal com drogas e acaba preso pela Brigada Militar em Porto Alegre

Traficante sai de matagal com drogas e acaba preso pela Brigada Militar em Porto Alegre

Ele foi detido pelo 1º BPChq ao chegar em um beco da rua Voluntários da Pátria, no bairro Farrapos

Correio do Povo

Houve a apreensão de 1.350 porções de maconha, 42 comprimidos de ecstasy e 12 pinos com cocaína

publicidade

O tráfico de drogas teve novo prejuízo em uma ação deflagrada na manhã desta sexta-feira pelo 1º Batalhão de Polícia de Choque da Brigada Militar em Porto Alegre. No bairro Farrapos, em um beco da rua Voluntários da Pátria, o efetivo do 1º BPChq prendeu um traficante, com antecedentes criminais por narcotráfico, roubo e receptação, em flagrante.

Com ele, os policiais militares do 1º BPChq apreenderam um revólver calibre 38 com numeração suprimida e seis munições intactas, além de 1.350 porções de maconha prontas para a venda, 42 comprimidos de ecstasy e 12 pinos com cocaína. Houve ainda o recolhimento de um carregador de pistola calibre 9 milímetros com 14 munições intactas e ainda uma mochila preta.

A ação do 1º BPChq foi desencadeada após denúncias de que indivíduos estavam guardando entorpecentes nos matagais. Os policiais militares flagram então o traficante entrando em um mato na região da Arena do Grêmio. Sem camisa, o suspeito pegou uma mochila sob um arbusto e retirou o revólver, colocando a arma na cintura. Ele vestiu uma camiseta e pôs a mochila nas costas. No momento que se deslocava para o interior de um beco, os policiais militares efetuaram a abordagem e prisão.

Em outra ação nesta manhã, a tropa do 1º BPChq deteve um traficante no acesso Um da rua M, na vila Pinto, no bairro Bom Jesus. Um tijolo de crack, quatro porções de cocaína, quatro tijolinhos de maconha, R$ 210,00 em dinheiro, um telefone celular e uma balança de precisão. Na rua D, também no bairro Bom Jesus, outro traficante foi flagrado com uma pistola calibre 40 com numeração suprimida, três carregadores de pistola e 15 munições, além de R$ 968,00 em dinheiro e um telefone celular.

 

 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895