Traficantes são presos após confronto com policiais militares na vila Funil, em Porto Alegre

Traficantes são presos após confronto com policiais militares na vila Funil, em Porto Alegre

Força Tática do 1º BPM atuou após moradores serem aterrorizados por criminosos da vila Resvalo

Correio do Povo

Armas e munições foram apreendidas com radiocomunicadores e dinheiro, além de um veículo roubado e com placas clonadas

publicidade

Dois traficantes foram presos após confrontarem-se com o efetivo da Força Tática do 1º BPM no final da noite desta sexta-feira em Porto Alegre. Os policiais militares realizaram uma incursão na vila Funil, no bairro Camaquã, após relatos de que criminosos da vila Resvalo estavam aterrorizando os moradores com o objetivo de retomar o controle dos pontos de venda de drogas. Três mortes na área já foram registradas nos últimos tempos em decorrência da disputa pelo narcotráfico na região.

Durante a incursão pelo local, a Força Tática do 1º BPM foi surpreendida pelos tiros. Houve então um tiroteio que resultou na detenção de um dos criminosos. Os outros cúmplices fugiram, mas um segundo foi preso nas buscas que tiveram apoio de um helicóptero do Batalhão de Aviação da Brigada Militar e da tropa do 1º Batalhão de Polícia de Choque (1º BPChq). Um dos bandidos presos vinha sendo procurado justamente por cometer atentados na vila Funil.

O efetivo da Força Tática do 1º BPM também esteve em uma residência situada na rua Doutor Barcelos. A ação foi concluída com a apreensão de uma pistola calibre 9 milímetros com quatro carregadores e 24 munições, um revólver calibre 38 com cinco munições, três radiocomunicadores, um celular e R$ 18,00 em dinheiro. Um Fiat Mobi, que encontra-se roubado e com placas clonadas, usado para o deslocamento dos traficantes, também foi recolhido. Nenhum policial militar ficou ferido.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895