Alexandre de Moraes é o novo relator do inquérito sobre Bolsonaro

Alexandre de Moraes é o novo relator do inquérito sobre Bolsonaro

Caso estava a cargo do ex-ministro Celso de Mello, que se aposentou neste mês

R7

Ministro Alexandre de Moraes será o responsável pela investigação

publicidade

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), será o novo relator do inquérito que investiga suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Moraes foi sorteado pelo sistema eletrônico da Corte, após determinação do presidente do Tribunal, Luiz Fux, neta terça-feira (20).

A designação ocorre um dia antes da sabatina do desembargador Kassio Nunes Marques no Senado, marcada para esta quarta-feira (21). Ele é o indicado pelo presidente Bolsonaro para a vaga de Celso de Mello e poderá herdar as relatorias conduzidas pelo ex-ministro.

Moraes foi responsável por suspender em decisão monocrática a nomeação e a posse de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal.

Veja Também

A substituição se dá por conta da aposentadoria do ex-ministro Celso de Mello, ocorrida neste mês. A decisão de escolher de forma rápida um novo relator atende a um pedido da defesa do ex-ministro Sergio Moro, que é outra das partes investigadas no inquérito. A apuração começou a partir das denúncias do próprio Moro ao se demitir do Ministério da Justiça.

"A pedido dos advogados do ex-ministro Sergio Moro, e em função da celeridade inerente a um inquérito, o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, determinou a redistribuição do inquérito 4831 que estava sob a relatoria do ministro Celso de Mello. A redistribuição deve ocorrer ainda hoje pelo sistema eletrônico do STF", afirma o comunicado divulgado pelo STF à imprensa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895