Após sugerir novo AI-5, Eduardo Bolsonaro posta vídeo em defesa de Ustra
capa

Após sugerir novo AI-5, Eduardo Bolsonaro posta vídeo em defesa de Ustra

Deputado compartilhou fala do pai durante votação pelo impeachment de Dilma

Por
R7

Deputado disse que quem estiver do lado da verdade não precisa temer

publicidade

Poucas horas após sugerir um novo Ato Constitucional 5 (AI-5) "se a esquerda radicalizar", o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) postou um vídeo em que seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), defende o torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra. As imagens são do julgamento do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).  Na ocasião, Jair Bolsonaro dedicou seu voto “pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff”.

Nascido em Santa Maria, Ustra foi comandante do DOI-Codi-SP (Destacamento de Operações de Informações do Centro de Operações de Defesa Interna do 2º Exército em São Paulo), entre 1970 e 1974. Em 2013, quando foi depor na Comissão Nacional da Verdade, afirmou que não houve mortes dentro das instalações que comandava. Ele morreu em outubro de 2015, por falência múltipla dos órgãos, aos 83 anos de idade.