Bolsonaro cogita diplomata Nestor Forster para embaixada do Brasil nos EUA

Bolsonaro cogita diplomata Nestor Forster para embaixada do Brasil nos EUA

Presidente afirmou que Eduardo Bolsonaro irá definir se quer ter seu nome submetido à aprovação do Senado

Por
AE

O diplomata era cotado antes do nome de Eduardo Bolsonaro ser aventado pelo presidente


publicidade

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira, 22, que poderá indicar o diplomata Nestor Forster para assumir a Embaixada do Brasil em Washington, caso o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) desista do posto. Segundo Bolsonaro, é Eduardo quem vai definir até o final deste mês se quer ter seu nome submetido à aprovação do Senado ou se ficará na liderança do PSL na Câmara. O presidente falou com a imprensa instantes antes de seguir para a cerimônia de coroação do imperador japonês, Naruhito, em Tóquio. 

Há alguns meses, a indicação de Foster para a Embaixada do Brasil nos EUA era dada como certa por integrantes do Itamaraty. Em junho, ele foi promovido ao topo da carreira justamente para poder ocupar o posto. Um mês depois, no entanto, diplomatas foram surpreendidos pela possibilidade de Bolsonaro indicar o filho Eduardo. 


Embora tenha conseguido a aprovação do governo americano, o presidente enfrenta dificuldades para viabilizar o nome do filho no Senado. A crise no PSL também contribuiu para esfriar ainda mais as chances de Eduardo. Agora, Bolsonaro considera que seria mais estratégico o filho ajudar a "pacificar" o partido e a "catar os cacos" deixados pela crise interna.