Bolsonaro recebe viúva de coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra
capa

Bolsonaro recebe viúva de coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra

Presidente afirmou que ela tem uma "história diferente do que a esquerda conta"

Por
R7

Bolsonaro considera Ustra herói nacional

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro recebe nesta quinta-feira no Palácio do Planalto Maria Joseíta Silva Brilhante Ustra. Ela é viúva do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, torturador durante a ditadura militar, com crimes reconhecidos pela Justiça. Ele morreu em outubro de 2015, por falência múltipla dos órgãos, aos 83 anos de idade. 

Ustra comandou o DOI-Codi na capital paulista entre 1970 e 1974. Apesar dos crimes reconhecidos nos tribunais, o presidente Bolsonaro o considera um herói nacional. Citou ele ao votar pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, presa e torturada durante o regime militar: "Pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff", disse na ocasião.

O presidente falou nesta manhã sobre o motivo do encontro com Maria Joseíta. "É uma mulher que tem histórias maravilhosas em São Paulo. Ela conta uma história bem diferente da que a esquerda contou para vocês. Tem um coração enorme, sou apaixonado por ela. Não tive muito contato, mas tive alguns contatos com o marido dela enquanto estava vivo. Um herói nacional que evitou que o Brasil caísse naquilo que a esquerda hoje em dia quer", afirmou Bolsonaro.