Bolsonaro sinaliza apoio a candidatos no segundo turno de eleições municipais

Bolsonaro sinaliza apoio a candidatos no segundo turno de eleições municipais

Presidente recebeu, na manhã desta quarta-feira, bancada dos Republicanos para um café da manhã no Palácio da Alvorada

AE

Segundo Alberto Neto, Bolsonaro afirmou que Celso Russomano terá "o seu apoio garantido"

publicidade

Em nova fase da articulação política do governo, o presidente Jair Bolsonaro recebeu, na manhã desta quarta-feira, a bancada do Republicanos para um café da manhã no Palácio da Alvorada. No encontro, Bolsonaro escolheu o deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos) como vice-líder do governo na Câmara e disse que pode apoiá-lo na eleição municipal de Manaus. No mesmo dia, o presidente conversou em pelo menos duas ocasiões com o deputado Celso Russomano, pré-candidato da legenda à prefeitura de São Paulo.

Segundo Alberto Neto, o presidente afirmou que o deputado terá "o seu apoio garantido" caso chegue ao segundo turno na corrida pela prefeitura de Manaus, em novembro deste ano. Bolsonaro tem reforçado que não quer se envolver no primeiro turno das disputas municipais.

Entre os participantes do café da manhã, estavam o presidente da sigla, Marcos Pereira, o deputado Marco Feliciano e o deputado Celso Russomano, pré-candidato à prefeitura de São Paulo, que, em fotos oficiais, aparece falando no microfone aos convidados. No período da tarde, Bolsonaro teve nova agenda com Russomano, desta vez no Palácio do Planalto. De olho nas eleições municipais, o presidente tem voltado as atenções para um eventual segundo turno em cidades consideradas estratégicas, como é o caso de São Paulo.

Os integrantes da bancada também tiraram fotos com o presidente e entregaram camisas de times de futebol como presente. Também participaram da reunião o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação política, e o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE).

Segundo relatos de participantes, Bolsonaro brincou que já é "republicano" nos Estados Unidos, em referência à sigla do presidente americano, Donald Trump. O presidente deixou claro que ainda não escolheu o partido que deve se filiar no próximo ano. Mencionou, ainda, a importância das reformas no Congresso. Amanhã, ele se comprometeu a encaminhar a reforma administrativa ao Parlamento, mas não entrou em detalhes com os parlamentares sobre o teor do texto.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895