Bolsonaro tem 53% de rejeição e chega ao pior índice do mandato, aponta Datafolha

Bolsonaro tem 53% de rejeição e chega ao pior índice do mandato, aponta Datafolha

Pesquisa foi realizada após atos de 7 de Setembro, que criaram desgastes entre instituições

R7

Outro aumento na rejeição foi registrado entre a população com ensino fundamental

publicidade

O presidente da República Jair Bolsonaro chegou à pior avaliação desde o início do mandato, segundo pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira. O levantamento mostra que 53% da população considera o presidente ruim ou péssimo, aumento de 2% em relação ao levantamento anterior, feito em julho.

Ainda segundo o instituto, 22% dos brasileiros avaliam o governo como bom ou ótimo, o índice mais baixo já registrado na pesquisa, e 24% consideram regular, índice que se manteve igual a julho. A pesquisa do Datafolha tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou menos. Ela foi realizada entre 13 e 15 de setembro, com 3.667 pessoas com mais de 16 anos, em 190 municípios de todo o país.

Entre os recortes dos resultados, o levantamento mostra ainda que a rejeição de Bolsonaro entre quem recebe de cinco a dez salários mínimos subiu de 41% para 50%. Nas regiões Norte e Centro-Oeste, a avaliação negativa passou de 41% para 48%. O perfil central dos brasileiros que rejeitam o presidente é composto por pessoas que ganham até dois salários mínimos, 56%, e que tem ensino superior, 61%.

Outro aumento na rejeição foi registrado entre a população com ensino fundamental. Neste grupo, em julho, menos da metade considerava o governo ruim, 49%. Agora, em setembro, 55% fizeram avaliações negativas.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895