Bolsonaro visita a Expointer neste sábado

Bolsonaro visita a Expointer neste sábado

Presidente chega ao Parque de Exposições Assis Brasil por volta das 11h, acompanhado da ministra Tereza Cristina

Correio do Povo

Forte esquema de segurança marcará o dia na feira

publicidade

A 44ª Expointer se preparou para a vinda do presidente Jair Bolsonaro neste sábado. Ele deverá chegar ao Parque de Exposições Assis Brasil às 11h e virá acompanhado pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. Há previsão de que o presidente passe pelo Pavilhão da Agricultura Familiar e pelo Pavilhão Internacional, onde também se localiza o estande do Ministério da Agricultura. 

Logo depois, o presidente participará de almoço com autoridades e, na ocasião, receberá a Medalha do Mérito Farroupilha, distinção máxima da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, como proposição do deputado estadual Vilmar Lourenço (PSL). Para todas as áreas onde Bolsonaro deverá circular junto com a ministra, haverá um forte aparato de segurança, o que vai acarretar em isolamento dos trechos, a exemplo do que ocorreu durante a visita do vice-presidente Hamilton Mourão na última segunda-feira.

Na sexta-feira, foram vendidos 4.036 ingressos vendidos até as 16h40min. Para o final de semana, há previsão de público maior, pois já foram vendidos 6.067 ingressos para o sábado e 3.560 no domingo.

Às vésperas do final de semana, o público começou a aumentar, especialmente depois que o tempo melhorou. O céu cinzento e a temperatura mais baixa foram considerados ideais para que o casal Vinícius e Mariana Felten, de São Jerônimo, levasse a Marisa, de 2 anos e meio, para passear pela feira. “Viemos especialmente para olhar os bichinhos, estamos achando tudo muito organizado e grande”, impressionou-se Vinícius. Havia mais público inclusive no setor de máquinas agrícolas. Rui André Steffens, de Bento Gonçalves, estava curioso para conhecer a nova tecnologia que está sendo aplicada no campo. “Sou filho de agricultor e estou impressionado com o que está disponível”, disse.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895