Câmara adia dois depoimentos marcados para esta terça na comissão do impeachment de Marchezan

Câmara adia dois depoimentos marcados para esta terça na comissão do impeachment de Marchezan

Vereadores enfrentam dificuldades na notificação de testemunhas que moram fora do Rio Grande do Sul

Aristóteles Junior / Rádio Guaíba

Comissão processante enfrenta dificuldades para marcar depoimentos de testemunhas da defesa

publicidade

Nenhum dos cinco primeiros depoimentos em defesa de Nelson Marchezan Júnior (PSDB) na comissão que analisa o impeachment do prefeito de Porto Alegre na Câmara Municipal vai acontecer como previsto. Além dos problemas registrados nessa segunda-feira, a Casa está com dificuldades em notificar as testemunhas que moram fora do Rio Grande do Sul. O cronograma previa que nesta terça-feira fossem ouvidos o deputado federal Eduardo Luiz Barros Barbosa (PSDB-MG), às 14h, e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, às 16h. O parlamentar pediu que a oitiva fosse adiada, enquanto o ex-ministro não respondeu à notificação da Câmara. Com isso, não há expectativa de quando as duas oitivas vão acontecer.

Para hoje, ficou agendada somente a audiência do publicitário Fernando Silveira, que vai depor às 17h. Ele chegou a comparecer, remotamente, à sessão de segunda-feira – mas, em razão de problemas no áudio das peças publicitárias juntadas pela defesa ao processo contra o prefeito, os trabalhos foram interrompidos. O mesmo aconteceu durante a fala da empresária Marta Rossi, que ainda não teve o testemunho reagendado.

Câmara analisa justificativa para falta de Stürmer

A retomada dos trabalhos na Comissão Processante, que ficou mais de um mês parada por causa de uma batalha judicial, foi marcada também pela ausência de um dos nomes indicados pela defesa de Marchezan. O secretário da Saúde de Porto Alegre, Pablo Stürmer, não compareceu ao plenário no horário marcado.

Veja Também

Segundo a pasta chefiada pelo gestor, ele está em uma viagem familiar e avisou à Câmara, ainda na semana passada, que só poderia depor a partir do dia 20 de outubro. O argumento, entretanto, só teria chegado ao conhecimento do vereador Hamilton Sossmeier (PTB), que preside os trabalhos, na segunda-feira. O caso ainda é analisado.

• Novo calendário de depoimentos

6/10, às 17h: Fernando Silveira, publicitário
8/10, às 10h: Orestes de Andrade Júnior, ex-secretário de Comunicação de Porto Alegre
8/10, às 14h: Tarso Boelter, ex-diretor da Câmara de Vereadores de Porto Alegre
8/10, às 16h: Maurício Dziedricki, deputado federal (PTB-RS)
9/10, às 15h: José Fortunati, ex-prefeito de Porto Alegre
9/10, às 17h: Samuel Moreira, deputado federal (PSDB-SP)
Sem data: Marta Rossi, empresária
Sem data: Eduardo Luiz Barros Barbosa, deputado federal (PSDB-MG)
Sem data: Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde
Indefinido: Pablo Stürmer, secretário de Saúde de Porto Alegre


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895