Câmara de Porto Alegre recebe projeto para compra de vacinas

Câmara de Porto Alegre recebe projeto para compra de vacinas

Melo entregou na tarde desta segunda-feira proposta, com pedido de urgência, que viabiliza a aquisição das doses

Mauren Xavier

Melo entrega projeto permitindo a compra de vacinas pela prefeitura

publicidade

O prefeito Sebastião Melo (MDB) entregou, no início da tarde de hoje, projeto à Câmara de Vereadores pedindo autorização para aquisição de compras de vacinas contra a Covid-19. O processo é similar ao do governo do Estado. 

O movimento ocorreu após a decisão da Frente Nacional de Prefeitos e da Granpal, que reúne os prefeitos da região Metropolitana, de fazer uma compra de vacinas através de consórcios. "Através do consórcio você reúne muitas prefeituras e isso faz com que o preço da vacina possa cair", ressaltou o prefeito.   

Ele ressaltou que a prefeitura irá realocar todo o recurso necessário. "Primeiro vamos aprovar a lei. Segundo, vamos alinhar com o Ministério da Saúde. E, claro que, sempre olhando a disponibilidade financeira, mas vamos tirar o dinheiro de todos lugares possíveis, se houver vacina para comprar", detalhou. Apontou que há ausência de doses disponível no mercado. 

Melo espera que a tramitação seja rápida na Câmara em função da urgência do assunto. "Não se trata de um projeto de A, B ou C. É um projeto para salvar vidas. E para salvar vidas, todos nós estamos juntos", ressaltou.

Em entrevista ao programa 'Esfera Pública' da Rádio Guaíba, o vereador Idenir Cecchim (MDB), líder do governo na Casa, afirmou que o projeto deverá ser aceito "quase que com unanimidade". Cecchim reiterou que a Câmara fará o que for necessário para que se aprove o projeto e que o prefeito já está em negociações com o consórcio dos prefeitos para que, quando for possível, se possa comprar quaisquer imunizantes que estiveram disponíveis no mercado. "Precisamos dar condições, sem achar culpados, para que essa vacina venha logo", pontuou.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895