Com recusa de Rui Costa, Bolsonaro dá palanque a ACM Neto, maior adversário do PT
capa

Com recusa de Rui Costa, Bolsonaro dá palanque a ACM Neto, maior adversário do PT

Presidente tem tido grandes tensões com governadores do Nordeste

Por
AE

Nesta terça-feira, Bolsonaro teceu críticas ao governador Rui Costa

publicidade

Em disputa política com a oposição no Nordeste, o presidente Jair Bolsonaro cedeu nesta terça-feira espaço privilegiado ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), maior adversário político do PT na região, durante inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, no interior da Bahia. Bolsonaro sinalizou que deseja, um dia, que ACM Neto ocupe a Presidência da República.

"Conheci o velho ACM (o ex-governador e ex-senador Antonio Carlos Magalhães) no final dos anos 80, quando eu era vereador no Rio de Janeiro. Homem forte, combativo, leal e preocupado com seu povo da Bahia, deixou bons frutos. Lá na frente, se Deus quiser, você (ACM Neto) ocupará um dia a honrosa cadeira que ocupo", discursou Bolsonaro a uma plateia de empresários e políticos locais.

• Inauguração de aeroporto na Bahia acirra queda de braço entre Bolsonaro e Rui Costa

ACM Neto dividiu o palco com a comitiva presidencial, ao lado de Bolsonaro, e discursou sobre a inauguração do aeroporto para convidados e para populares, em dois palanques separados. Foi anunciado à população, pelo presidente, como um "amigo". Disse que o povo baiano é generoso e que a obra não tem dono político. "Vejo, presidente, nos últimos dias, instaurar-se uma polêmica absolutamente desnecessária. Quero parabenizar a postura do senhor, que disse claramente que essa obra não é do político A ou do político B, do partido A ou do partido B. Essa obra é do povo", afirmou ACM Neto.

"O povo baiano lhe recebe com muita emoção. Estamos realizando um sonho em Vitória da Conquista. Eu participei do início da mobilização pela construção desse aeroporto, era deputado federal, e na época colega do presidente Jair Bolsonaro", acrescentou.

Presidente nacional do DEM, partido que tem três ministros na equipe do governo federal, ele é tido como futuro candidato ao governo da Bahia, na sucessão de Rui Costa (PT), atual governador, que se recusou a participar da cerimônia desta terça. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que "há carinho com o Nordeste" no governo e prometeu inaugurar em novembro obras no Aeroporto de Salvador.

Polêmica

A inauguração do aeroporto acontece em meio à tensão entre Bolsonaro e governadores da região Nordeste. Na sexta-feira passada, dia 19, em áudio captado pela TV Brasil, Bolsonaro faz referência à região e diz que o governo federal não devia dar "nada" para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Também chamou nordestinos de "paraíbas", termo jocoso muito usado no Rio em referência ao povo do Nordeste.