Confira como fica a disputa ao governo do RS com a saída de Romildo

Confira como fica a disputa ao governo do RS com a saída de Romildo

Faltando cinco meses para as eleições, 12 nomes se apresentam como pré-candidatos

Correio do Povo

Cenário eleitoral vai tomando e alianças se consolidando

publicidade

Com a saída oficial de Romildo Bolzan (PDT) da disputa eleitoral ao Palácio Piratini, anunciada em coletiva nesta quinta-feira, restam agora 12 nomes pleiteando a vaga ao governo do Estado. Faltando poucos meses para o início das convenções partidárias, o cenário eleitoral vai tomando e alianças se consolidando. 

Confira quem são os atuais pré-candidatos ao governo do RS:

  • Beto Albuquerque (PSB): 
    O PSB lançou a pré-candidatura do ex-deputado federal em setembro de 2021. E animado por bons índices em diferentes sondagens e por sua possibilidade de capitanear votos no eleitorado de centro e até de direita.
  • Cezar Schirmer (MDB):
    Ex-prefeito de Santa Maria, o vereador de Porto Alegre segue insistindo em disputar a indicação do MDB para o governo na convenção partidária que ocorrerá no início de agosto.
  • Edegar Pretto (PT):
    O PT gaúcho lançou o deputado estadual e garante que terá autonomia para a candidatura própria ao governo, independente dos arranjos regionais desencadeados a partir da aliança nacional com o PSB. A coligação, até o momento, é formada por PT, PCdoB e PV. 
  • Eduardo Leite (PSDB):
    O ex-governador do Estado, após frustradas tentativas de concorrer pelo seu partido à presidência da República, recentemente não descartou a possibilidade de concorrer novamente ao Palácio Piratini. Apesar de afirmar ser contrário a reeleição, Leite mantém as articulações políticas. 
  • Gabriel Souza (MDB):
    O deputado estadual foi escolhido pré-candidato do MDB ao governo do Estado no final de março, em um processo marcado pela disputa entre dois grupos distintos. 
  • Luis Carlos Heinze (PP):
    O PP largou adiantado na corrida estadual, e lançou o senador ainda em junho do ano passado. Único na disputa com a chapa já formada, com as vereadoras de Porto Alegre Tanise Sabino (PTB), como vice, e Nádia Gerhard ao Senado (PP). 
  • Marco Della Nina (Patriota):
    O líder comunitário Marco Della Nina é pré-candidato ao Piratini pelo Patriota, em chapa com o vice Tenente Ademir Terres.
  • Onyx Lorenzoni (PL):
    Com o apoio do Republicanos, que tem o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, na chapa disputando o Senado, o ex-ministro e deputado federal também já garantiu apoio do Pros. Recentemente, ofereceu a vaga de vice para o presidente estadual do União Brasil, Luis Carlos Busato. 
  • Pedro Ruas (PSol):
    O vereador da Capital é pré-candidato do PSol ao governo do Estado. Apesar da federação nacional com a Rede, no Rio Grande do Sul o partido encaminha articulações para uma coalizão com PCB e da UP. 
    Ranolfo Vieira Jr. (PSDB):
    Vice do ex-governador Eduardo Leite (PSDB), Ranolfo assumiu o governo a partir da renúncia do titular em março e se apresenta como pré-candidato à reeleição.
  • Ricardo Jobim (Novo):
    O Novo apresentou como seu pré-candidato ao governo do Estado o advogado e empresário de Santa Maria.
  • Roberto Argenta (PSC):
    Após uma rápida passagem pelo MDB, o empresário Roberto Argenta lançou a sua pré-candidatura ao governo do Estado pelo PSC.

Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895