CPI recebe hoje os cientistas Claudio Maierovitch e Natalia Pasternak

CPI recebe hoje os cientistas Claudio Maierovitch e Natalia Pasternak

Convidados por senadores, microbiologista e ex-presidente da Anvisa falam sobre a pandemia de Covid-19 nesta sexta

R7

CPI recebe os cientistas Claudio Maierovitch e Natalia Pasternak

publicidade

A CPI da Covid receberá nesta sexta-feira (11) especialistas para debater a pandemia de Covid-19. A microbiologista da Universidade de São Paulo e presidente do Instituto Questão de Ciência, Natalia Pasternak, será uma das presentes na sessão. Outro convidado da audiência é o médico sanitarista Claudio Maierovitch, ex-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Santiária). 

Veja Também

A presença deles atende a requerimentos dos senadores Renan Calheiros (MDB-AL), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Humberto Costa (PT-PE) e Marcos do Val (Podemos-ES) - este último, apenas no caso de Natalia Pasternak. Os parlamentares citaram a trajetória pública e acadêmica nacional e internacional dos profissionais nas justificativas dos chamados. 

Natalia Pasternak é graduada em ciências biológicas pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo. Ela é PhD com pós-doutorado em microbiologia na área de genética molecular de bactérias pelo IBC-USP (Instituto de Ciências Biomédicas da USP). A microbiologista é também diretora-presidente do Instituto Questão de Ciência e autora do livro "Ciência no Cotidiano".

Ela se tornou uma das vozes de destaque na mídia e nas redes sociais ao longo da pandemia de Covid-19, tendo feito ampla defesa das medidas de isolamento social. Cláudio Maierovitch é médico sanitarista, especialista em políticas públicas e gestão governamental e mestre em medicina preventiva e social. Ele coordena o Núcleo de Epidemiologia e Vigilância em Saúde da Fiocruz Brasília.

Maierovitch atuou como presidente da Anvisa de 2003 a 2008 e diretor de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde (entre 2011 e 2016).


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895