CPI vai enviar a Aras trechos de relatório sobre pessoas com foro

CPI vai enviar a Aras trechos de relatório sobre pessoas com foro

Relatório foi entregue nesta quarta, mas CPI também enviará em separado trechos envolvendo autoridades com foro privilegiado

R7

Augusto Aras recebeu relatório dos membros da CPI nesta quarta-feira

publicidade

Os senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia pretendem fatiar o relatório final, aprovado na última terça-feira pelo colegiado, e enviar ao procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, os trechos e documentos específicos que se referem às autoridades com foro por prerrogativa de função, como o presidente Jair Bolsonaro, ministros de Estado e parlamentares federais.

Nesta quarta-feira, os membros da comissão entregaram a Aras o documento completo e informaram que irão fazer o "fatiamento". Além de enviar ao procurador-geral da República, os senadores informaram que irão encaminhar a cada uma das instâncias e órgãos do Ministério Público (MP) os trechos que lhes competem.

Deverão, por exemplo, encaminhar ao Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) o capítulo relativo à operadora de Saúde Prevent Senior. À Procuradoria da República no Distrito Federal (PR/DF), vão enviar as apurações envolvendo o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello – já há procedimento aberto contra o general envolvendo a aquisição de vacinas contra Covid-19 durante a pandemia.

O procurador-geral da República, ao ser informado pelos senadores sobre a intenção em fazer a entrega do relatório em partes, não só concordou com a medida como afirmou que essa descentralização "racionaliza o trabalho" e permite que a avaliação seja feita de forma mais rápida pelo MP.

“Nós temos mais de 150 procuradores e promotores em todo o país que atuam desde o ano passado em assuntos relacionados à pandemia e que poderão contar com esse material para avançar no trabalho”, disse. Aras informou que uma equipe analisará, sob sua coordenação, todas as informações, e adotará as providências cabíveis.

Os senadores que integram a CPI se reúnem na tarde desta quarta-feira para discutir as providências envolvendo o "fatiamento" do relatório. A intenção é enviar tudo ainda hoje ao MP.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895