Damares diz que pode ser candidata ao Senado pelo Amapá

Damares diz que pode ser candidata ao Senado pelo Amapá

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos relatou que estado é o que tem sua preferência caso dispute as eleições

R7

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves

publicidade

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta segunda-feira que o estado preferido para se lançar candidata ao Senado Federal nas eleições de outubro é o Amapá. "São seis estados. Eu gostaria de sair candidata pelos seis, ter seis cadeiras, seis gabinetes. Mas, como eu não posso, eu estou orando para saber se serei (candidata) e por qual estado", disse.

Questionada sobre quais estado são, Damares falou do Amapá, de Roraima, de Sergipe e de São Paulo. A ministra disse que não se lembrava dos outros dois e declarou preferência pelo Amapá. "No coração? Amapá! (Davi) Alcolumbre, estou chegando", completou.

As declarações foram dadas durante evento realizado no Palácio do Planalto, em Brasília. Como o R7 mostrou, a ministra recusou a proposta feita pelo presidente Jair Bolsonaro de se candidatar ao Senado Federal pelo estado de São Paulo nas eleições de outubro. Damares se reuniu com o chefe do Executivo no dia 11 deste mês e, durante o encontro, disse não à oferta.

O argumento usado pela ministra é que há nomes com mais chances de serem eleitos pelo estado ao lado do ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), que deve tentar o Palácio dos Bandeirantes.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895