"Decisão sobre decreto que ainda nem foi publicado" diz Melo sobre suspensão da cogestão

"Decisão sobre decreto que ainda nem foi publicado" diz Melo sobre suspensão da cogestão

Prefeito anunciou que irá se reunir, neste sábado, no Paço Municipal para tratar sobre a pandemia e a cogestão

Correio do Povo

Prefeito anunciou que irá se reunir, neste sábado, no Paço Municipal para tratar sobre a pandemia e a cogestão

publicidade

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, usou sua conta no Twitter neste sábado para criticar a liminar judicial que suspendeu o retorno da cogestão e as flexibilizações da bandeira preta. A decisão do juiz de Direito Eugênio Couto Terra, da 10ª Vara da Fazenda Pública Foro Central de Porto Alegre, ocorreu horas depois do governo gaúcho anunciar as medidas, na noite desta sexta-feira. A Procuradoria-Geral do Estado se manifestou que avalia "medidas cabíveis" para recorrer.

"Decisão judicial sobre um decreto que ainda nem foi publicado", escreveu na manhã de hoje ao compartilhar a notícia sobre a suspensão. Ainda na noite de ontem, o gestor municipal já havia criticado as medidas anunciadas pelo governador Eduardo Leite: "O anúncio feito pelo governador não é Cogestão". Segundo ele, a decisão não teve consulta prévia e carrega "incoerências".

Neste sábado, Melo realiza reunião virtual no Paço Municipal para tratar sobre a Covid-19 e a cogestão. O prefeito, no entanto, não especificou quem deverá estar presente no encontro. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895