Deputado do PSL dá cabeçada em colega do PSD e poderá ir para o Conselho de Ética
capa

Deputado do PSL dá cabeçada em colega do PSD e poderá ir para o Conselho de Ética

Julian Lemos, integrante do partido na Paraíba, foi coordenador da campanha eleitoral de Bolsonaro

Por
AE

Julian Lemos deu cabeçada após ser repreendido verbalmente

publicidade

O deputado federal Julian Lemos (PSL-PB), que também foi coordenador da campanha presidencial de Jair Bolsonaro no Nordeste, agrediu com uma cabeçada o seu colega de Câmara Expedito Netto (PSD-RO) no plenário da Casa Legislativa. Netto disse que vai denunciar o colega ao Conselho de Ética da Casa, que tem a prerrogativa de recomendar a cassação do mandato.

O imbróglio começou quando Lemos deu um empurrão no deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA). Expedito Netto foi repreender verbalmente o colega do PSL, que reagiu com a cabeçada.

Nas redes sociais, o deputado Alexandre Frota (PSL-SP), ao comentar o fato, perguntou se o deputado Expedito Netto vai responder, no Conselho de Ética da Câmara, pelas "agressões verbais recentemente dirigidas a deputada Geovania de Sá (PSDB-SC), quando disse, aos gritos, que ela era fraca e incompetente". A deputada afirmou que também levará o caso ao Conselho de Ética.