As curiosidades nos nomes dos candidatos a vereador em Porto Alegre

As curiosidades nos nomes dos candidatos a vereador em Porto Alegre

Na disputa mais acirrada da história, postulantes vinculam candidaturas a profissões, bairros e times da Capital

Mauren Xavier

Os candidatos a uma vaga na Câmara de Vereadores de Porto Alegre utilizam alguns termos para se destacarem na disputa eleitoral

publicidade

De professores, integrantes da segurança pública e até “super-heróis”. Os candidatos a uma vaga na Câmara de Vereadores de Porto Alegre utilizam alguns termos para se destacarem na disputa eleitoral, que neste ano será a mais concorrida da história da cidade. Serão 850 candidatos para 36 vagas no legislativo da Capital. Com base nos registros feitos no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a reportagem do Correio do Povo identificou algumas curiosidades entre os nomes que os eleitores vão encontrar nas urnas. 

A liderança entre os cargos utilizados no nome está o de professor e suas derivações. Ao todo, 43 concorrentes adotaram essa definição. Cargos ligados à segurança também se destacam. Foram listados no mínimo 20 candidatos que adotaram nos seus nomes cargos ou patentes, como capitão, coronel, comandante, comissário, delegado, sargento e tenente. 

Identificação dos bairros ou suas siglas completa ou complementa o nome dos candidatos. No mínimo 13 concorrentes apresentaram a relação com suas localidades. Entre eles, quatro usaram Restinga ou Tinga. Ainda apareceram Iapi, Lomba do Pinheiro, Sarandi e Partenon, entre outros. 

Do total, 10 candidatos usaram alguma palavra relacionada ao transporte, como dois que utilizaram APP e três táxi. Há ainda um rol de candidatos que apostaram na identificação de suas profissões, como auditor, chef, barbeiro, padeiro, engenheiro, cabeleireiro, jornalista, psicóloga, gari e djs, por exemplo. 

Pela primeira vez, na eleição de Porto Alegre existirá as candidaturas “coletivas”. Em tese, é um mandato formado por mais de uma pessoa, mas, sem previsão em lei, na prática o mandato é do eleito. Para firmar a diferença na eleição, três candidatos incluíram o termo “coletivo” no nome que aparecerá na urna. 

Há ainda aqueles que se apresentam como super-heróis, no caso Hulk e Wolverine. Outros dois ainda usaram associação com futebol, e aí deu empate: uma “colorada” e outro usou “Grêmio”. E em meio a tantos nomes, dois candidatos que apresentaram o mesmo nome na urna: Dudu, o que pode vir a gerar algumas dúvidas.

 

 

 

 


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895