Em áudio vazado, Deltan Dallagnol comemora proibição de entrevista de Lula em 2018
capa

Em áudio vazado, Deltan Dallagnol comemora proibição de entrevista de Lula em 2018

Em mensagem divulgada pelo The Intercept Brasil, procurador diz que notícia é boa "para terminar bem a semana”

Por
Correio do Povo

Procurador da República pediu discrição sobre a informação

publicidade

Em um áudio inédito divulgado pelo The Intercept Brasil nesta terça-feira, o procurador da República Deltan Dallagnol celebra a proibição de entrevista do ex-presidente Lula ao jornal Folha de São Paulo. Em 28 de setembro de 2018, o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski havia autorizado o petista a conversar com jornalistas, mas, horas depois, outro magistrado da Suprema Corte, Luiz Fux, emitiu uma liminar suspendendo a decisão do colega. Em um grupo no Telegram, Dallagnol dá a “notícia boa para terminar bem a semana”.

“Caros, o Fux deu uma liminar suspendendo a decisão do Lewandowski que autorizava a entrevista, dizendo que vai ter que esperar a decisão no plenário. Agora, não, não, não vamos alardear isso aí. Não vamos falar para ninguém. Vamos manter, ficar quieto, para evitar a divulgação o quanto for possível, porque, quanto antes divulgar isso, antes vai ter recurso do outro lado, antes isso aí vai para o plenário”, diz o procurador.

Ele também fala sobre instruções passadas sobre como agir em relação à medida de Fux. “O pessoal pediu para a gente não comentar aí publicamente e deixar que a notícia surja por outros canais para evitar precipitar recursos de quem é… tem uma posição contrária a nossa”, afirma, sem especificar quem é o "pessoal". “Mas a notícia é boa para começar, terminar a semana depois de tantas coisas ruins, e começar bem a semana. Abraços! Falou.”, concluiu.