Em encontro com empresários, Melo expõe desafios para desenvolvimento de Porto Alegre

Em encontro com empresários, Melo expõe desafios para desenvolvimento de Porto Alegre

Prefeito apresentou propostas à revitalização do Centro Histórico e à crise do transporte público

Cláudio Isaías

Prefeito apresentou propostas à revitalização do Centro Histórico e à crise do transporte público

publicidade

O prefeito Sebastião Melo apresentou nesta terça-feira para um grupo de empresários os principais projetos da sua gestão para a retomada do crescimento em Porto Alegre. O encontro que debateu os desafios para o desenvolvimento econômico e social da Capital foi organizado pelo Lide - Grupo de Líderes Empresariais do Rio Grande do Sul, no Hotel Sheraton.

Segundo Melo, "a cidade é amiga do empreendedor e para isso é preciso trabalhar juntos, no verdadeiro conceito de parceria, para entregar uma Porto Alegre melhor para os cidadãos". O prefeito falou de diversos projetos da prefeitura para retomar o crescimento como a reforma da Previdência municipal, a redução de ISS para atrair empresas de inovação e tecnologia e a busca de desoneração de impostos federais e estadual que impactam o transporte coletivo. Além disso, abordou com os empresários o avanço da vacinação contra a Covid-19, a geração de empregos, a política para a educação municipal e o desenvolvimento social. 

Outro tema tratado no encontro com as lideranças empresariais foi a revitalização do Centro Histórico. Segundo Melo, por meio de parcerias com empresas, locais com o Embarcadero, o Cais Mauá e a elevada da Conceição já estão sendo revitalizados, o que fará do Centro um lugar muito melhor”. O prefeito destacou ainda a necessidade de investimentos na mobilidade e a crise do transporte público. “Um terço dos gaúchos vive na Região Metropolitana. Grandes desafios do Estado estão aqui, e precisamos unir forças e dialogar para buscar soluções conjuntas”, afirmou Melo, que é presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal).

Para ele, a crise do transporte e da mobilidade são os maiores entraves hoje nas cidades, além do enfrentamento à pandemia da Covid-19. Melo defende a criação de um Fundo Nacional para apoiar o transporte, similar ao Sistema Único de Saúde (SUS), para que o setor não pare.

Melo citou ainda o encontro que teve com o presidente da República, Jair Bolsonaro no final de semana passado, onde solicitou ao governo Federal a doação do prédio da Usina do Gasômetro ao Município. O imóvel pertence à Eletrobras. A preocupação do Executivo municipal é com o futuro de um dos cartões postais da Capital gaúcha, já que a Eletrobras - proprietária do imóvel - está no Programa Nacional de Desestatização do governo federal.  O prefeito disse que aos empresários que entregou um ofício ao presidente da República em que pediu a retirada de impostos sobre os insumos que impactam na tarifa de ônibus ou a criação de um fundo nacional para financiar as isenções.

O documento que trata do transporte público foi elaborado pelos gestores que integram a Granpal e ressalta a necessidade urgente de uma união de esforços no enfrentamento à crise do transporte urbano. Além da retirada dos impostos, os prefeitos pedem a criação de um fundo federal para financiar as tarifas dos idosos acima de 65 anos.

Veja Também

O presidente do Lide/RS, Eduardo Fernandez, disse que o encontro marcou a retomada dos eventos presenciais da entidade. “Queremos uma Porto Alegre competitiva e moderna. Esperamos ser cada vez mais participativos e colaborativos, para que possamos obter o protagonismo que a cidade merece”, ressaltou.

Segundo Fernandez, o Lide é o maior grupo empresarial do Brasil, com mais de duas mil empresas filiadas que correspondem a 52% do PIB Nacional e de Porto Alegre. Ao prefeito, Fernandez disse que é urgente desburocratizar o ambiente empreendedor, trabalhando de forma mais integrada com a grande responsável pelo crescimento de um país, que é a iniciativa privada. Conforme o presidente do Lide/RS, Porto Alegre está hoje em 10º lugar no ranking dos municípios em nível nacional, segundo dados do Centro de Liderança Pública (CLP).

"Mudar isto pode não ser rápido, mas é possível e já podemos contar com um direcionamento obtido através do monitoramento anual do CLP, tanto na identificação de políticas públicas para os municípios, quanto em sua execução, com o sem a participação dos entes privados", acrescentou.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895