Ex-deputada Cristiane Brasil se apresenta à polícia no RJ

Ex-deputada Cristiane Brasil se apresenta à polícia no RJ

Após ter prisão decretada pela Justiça, Cristiane disse enfrentar mais "uma etapa difícil" com a "cabeça erguida"

R7

A pré-candidata à Prefeitura do Rio afirmou ainda que vê interesses políticos em razão de a ação ter ocorrido às vésperas das eleições

publicidade

A ex-deputada Cristiane Brasil se apresentou à Corregedoria da Polícia Civil, no centro do Rio de Janeiro, na tarde desta sexta-feira, após ter a prisão decretada pela Justiça na segunda fase da operação Catarata. 

Nas redes sociais, Cristiane Brasil publicou um vídeo em que disse enfrentar mais "uma etapa difícil" com a "cabeça erguida". A pré-candidata à Prefeitura do Rio afirmou ainda que vê interesses políticos em razão de a ação ter ocorrido às vésperas das eleições.

Mais cedo, a ex-deputada havia sido procurada na residência dela na zona sul do Rio. No entanto, apenas a filha estava no local. 

A operação do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) identificou a participação de Cristiane e mais três pessoas no núcleo político de um esquema de corrupção em programas de assistência social do município e do Estado entre os anos de 2013 e 2018.

Segundo as investigações, o grupo era responsável por viabilizar as fraudes licitatórias em suas respectivas pastas e prorrogar os contratos fraudulentos, mediante recebimento de "propina", que variava de 5% a 25% do valor pago pelo contrato.

O secretário Estadual de Educação, Pedro Fernandes, também foi alvo da mesma ação. Por ter sido diagnosticado com Covid-19, ele teve a prisão preventiva convertida para domiciliar. 

A defesa do secretário disse que ele ficou indignado com a ordem de prisão e se considera inocente. Os advogados teriam pedido acesso ao processo desde junho, sem sucesso, mas se colocam à disposição das autoridades.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895