Governador Eduardo Leite exalta aprovação da privatização da Corsan: "Data histórica"

Governador Eduardo Leite exalta aprovação da privatização da Corsan: "Data histórica"

Chefe do Executivo gaúcho frisou que pauta era demanda de prefeitos

Correio do Povo

Eduardo Leite comemorou decisão de privatizar a Corsan

publicidade

O governador Eduardo Leite exaltou a aprovação da privatização da Corsan. A decisão foi aprovada pelos deputados estaduais por 33 a 19, no final da tarde desta terça-feira. 

O governador criticou a atuação da Corsan, e avaliou que, atualmente, "cobra tarifas muito altas e não consegue entregar" um serviço adequado. "Vamos buscar na iniciativa privada um serviço mais eficiente, que não acabe por punir a população", frisou. 

Leite explicou que trata-se de algo pioneiro para uma companhia estadual de saneamento no país. Em outros episódios no Brasil, lembrou, o que existe é o redução do escopo de atuação da estatal, com a concessão de uma parcela dos serviços.

O governo Estadual citou a importância no novo marco regulatório do saneamento para a decisão de privatização. Criticou o déficit e a insuficiência sanitária no Estado e reafirmou o compromisso de levar 90% de saneamento e 99% de água tratada para as cidades.

Leite frisou a necessidade de "tranquilizar os prefeitos" para o atendimento da pauta. De acordo com ele, a demanda é de boa parte dos chefes de executivos municipais. "É uma nova Corsan que vai nascer desse processo todo, com um plano de investimento de 10 bilhões", frisou.

Apesar da aprovação, a proposta que trata da regionalização do saneamento ainda deve ser discutida nas próximas semanas. Nesta segunda-feira, a Famurs havia pedido mais tempo para debater o assunto. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895