Governo do RS quita hoje as três parcelas restantes do 13º salário de 2020 dos servidores

Governo do RS quita hoje as três parcelas restantes do 13º salário de 2020 dos servidores

Economia da administração estadual chegará a R$ 3 milhões na comparação com o último bimestre de pagamento

Correio do Povo

Governo do RS quita hoje as três parcelas restantes do 13º salário de 2020 dos servidores

publicidade

O governo do Rio Grande do Sul quita nesta quinta-feira as três parcelas restantes do 13º salário de servidores de 2020. Para cumprir o compromisso, o Piratini irá desembolsar R$ 341,8 milhões. De acordo com o secretário da Fazenda, Marco Aurélio Cardoso, o valor permitirá que a administração estadual evite a necessidade de arcar com indenização aos funcionários estaduais por conta do atraso do 13º. 

Além disso, com a quitação das parcelas referentes ao ano passado, a economia chegará a R$ 3 milhões referentes ao último bimestre de pagamento. Conforme o subsecretário do Tesouro do Estado, Bruno Jatene, o Estado irá avançar em outros setores na gestão do fluxo de caixa. “Estão em dia pagamentos do transporte escolar, das obras em estradas, repasses à saúde e pagamentos de requisições de pequeno valor (RPVs). Ainda há outros passivos a serem enfrentados, como o pagamento de precatórios e a dívida, mas certamente seguimos numa trajetória muito importante para a regularização de passivos”, afirma.

No começo de outubro, o governador Eduardo Leite anunciou o pagamento do 13º salário em duas parcelas. Serão 50% da remuneração líquida creditados nas contas no dia 29 de novembro e o restante do valor será depositado aos servidores no dia 20 de dezembro. Com o pagamento em dia do 13º salário de 2021, o Tesouro do Estado terá uma economia significativa em 2022, estimada em cerca de R$ 140 milhões que seriam decorrentes das indenizações pelo atraso aos servidores.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895