Governo Federal reconhece emergência para reconstruir São Francisco de Paula
capa

Governo Federal reconhece emergência para reconstruir São Francisco de Paula

José Ivo Sartori visitou município ao lado do ministro Hélder Barbalho

Por
Correio do Povo

José Ivo Sartori visitou município ao lado do ministro Hélder Barbalho


publicidade

O governador José Ivo Sartori acompanhou nesta quinta-feira o ministro da Integração nacional, Hélder Barbalho, sobrevoo e visita às áreas afetadas por tempestades em São Francisco de Paulo no último domingo. Com objetivo de agilizar o apoio federal ao município, o ministro anunciou que foi publicada no Diário Oficial da União a homologação da situação de emergência da cidade de 20 mil habitantes.

O governador lembrou da determinação da liberação de R$ 175 mil para atendimento de saúde como primeira ação do Estado para enfrentar as consequências do fenômeno climático. "A partir de hoje, faremos o encaminhamento objetivo para que essa situação se resolva rapidamente", disse Sartori. "Prefeitura, Estado e União estão fazendo esforço integrado para melhorar o cenário, mas acima de tudo toda a sociedade deve ajudar", acrescentou.

Sobre os recursos federais para ajudar centenas de desabrigados e mais de 400 residências destruídas, o ministro Hélder Barbalho explicou que a decretação de hoje dá início ao processo. "A nossa equipe em Brasília está mobilizada para priorizar respostas e análises a esses pleitos o mais rápido possível para que possamos liberar recursos ao Estado e à prefeitura, minimizando o sofrimento da população e iniciando a reconstrução", garantiu.

O prefeito Marcos Aguzzolli entregou ao ministro e ao governador um plano de trabalho com o levantamento dos prejuízos, que somam R$ 33 milhões. "Nossa expectativa é a mesma que a do povo de São Francisco de Paula. Reunimos todos os órgãos em questão de dias para chegar a esse valor e conseguimos calculá-lo pela ânsia de resolver a situação, assim como muitas famílias que depositam esperança na gente", destacou.

O secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Newton Ramlow, também integra a comitiva. As autoridades, acompanhadas de deputados e civis, visitaram um dos bairros mais atingidos pelos ventos de mais de 100 quilômetros por hora e o ginásio municipal onde estão os desalojados e os donativos que chegam de todo o estado.

Cenário de Destruição

Segundo a Defesa Civil, o total de danos e prejuízos pelo fenômeno classificado como tornado chegam a mais de R$ 189 mil, para o comércio, e R$ 180 mil, para a agricultura. Um óbito foi registrado e 2.655 mil pessoas foram afetadas, sendo 84 feridos, 600 desalojados e 370 desabrigados. São pelo menos 500 residências atingidas, sendo 285 danificadas e 65 destruídas.

Celso Rodrigues dos Santos, morador da Vila Isabel, estava dentro de casa com a mulher, a filha de três anos e a enteada de 15 quando sentiu a casa sair do chão. "Não sei como sobrevivemos, apenas a minha esposa teve uma contusão na cabeça. Agora voltamos a reconstruir aos poucos", lamentou. Também foram atingidas as áreas do loteamento São Miguel e Santa Isabel, bairros Centro e Querência, o Distrito Industrial e a Vila Gaúcha. Na área rural, a localidade do Rio do Pinto foi a mais prejudicada.

As ações desenvolvidas pelo governo do Estado envolvem a organização da ajuda humanitária por meio de doações, coordenada pela Defesa Civil Estadual, o atendimento emergencial de mais de cem Bombeiros e o reforço no policiamento ostensivo da cidade.