Interventor de Roraima quer apoio do governo federal para pagar servidores

Interventor de Roraima quer apoio do governo federal para pagar servidores

Governador eleito, Denarium também projetou realocação de venezuelanos para outros estados

Agência Brasil

Governador eleito, Denarium também projetou realocação de venezuelanos para outros estados

publicidade

O governador eleito e interventor de Roraima, Antonio Denarium, vai pedir ao presidente Michel Temer recursos para pagar os servidores públicos do estado, fornecer merenda e transporte escolar e colocar medicamentos na rede pública de saúde. Denarium, que começa a trabalhar com sua equipe oficialmente nesta segunda-feira será recebido por Temer na próxima terça-feira, no Palácio do Planalto.

A intervenção federal foi negociada com a ex-governadora Suely Campos e aprovada pelos conselhos de Segurança Nacional e Defesa Nacional. "O estado de Roraima está vivendo uma crise financeira, econômica e social. O pagamento dos servidores está atrasado, bem como dos fornecedores", apontou Denarium,.

Denarium disse que espera voltar para o estado com boas notícias. "Espero resolver demandas urgentes aqui do estado, como pagamento de merenda e transporte escolar, medicamentos para os hospitais e atualizar a folha de pagamento dos servidores, com apoio do presidente", afirmou.

O governador voltou a dizer que Roraima, apesar do acolhimento proporcionado até este momento, não tem condições de receber todos os venezuelanos que pedem asilo político no Brasil. "Vamos fazer um trabalho junto com o governo federal para restringir a entrada de venezuelanos e incentivar a interiorização dessas pessoas em outros estados", projetou.

Segundo Denarium, a entrada de venezuelanos está impactando os serviços públicos do estado. "Só assim (com a restrição) vamos resolver o caos que estamos vivendo na saúde, na educação e na segurança pública", argumentou.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895