Lira: "Bolsonaro se comprometeu a aceitar resultado da Câmara"

Lira: "Bolsonaro se comprometeu a aceitar resultado da Câmara"

Presidente da Câmara não quis falar sobre provável derrota da PEC do voto impresso

R7

Arthur Lira negou que pudesse adiar a votação do voto impresso

publicidade

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse, na chegada à Câmara dos Deputados, que a votação da PEC do voto impresso irá ocorrer nesta terça-feira (10). Ele negou que pudesse adiar a votação.  "Fiz comentário a respeito de que achassem que a coincidência dos tanques era proposital poderíamos tentar adiar, mas nunca foi parte dos planos adiar. Votaremos a MP 1045 e depois a PEC do voto impresso".

Questionado sobre o que espera do Palácio do Planalto caso a PEC seja derrotada, como é esperado, ele disse que tem o compromisso de Bolsonaro de que cumprirá e aceitará o resultado da votação na Câmara dos Deputados. "Não precisamos falar em hipótese, vamos esperar os resultados. E tanto um quanto o outro terão consequências. Se passar, teremos segundo turno e Senado. Se não passar, temos o compromisso do presidente da República, e isso ficou claro, que cumprirá e aceitará o resultado do plenário da Câmara dos Deputados".

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895