Lira extingue comissão da reforma tributária por "segurança jurídica"

Lira extingue comissão da reforma tributária por "segurança jurídica"

Presidente da Câmara dos alegou que comissão mista anterior já tinha estourado o prazo, o que poderia atrapalhar a reforma

R7

Lira elogiou o trabalho e agradeceu o colega, e afirmou que "nada se desperdiça"

publicidade

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) confirmou nesta terça-feira que vai extinguir a comissão da reforma tributária, poucas horas depois do relator da proposta, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), ter apresentado, por mais de três horas, o relatório extenso da medida, em 110 páginas.

Lira afirmou que  não poderia permitir a validade do relatório da Comissão Mista da Reforma Tributária, já que esta teria estourado o prazo regimental nesta segunda-feira. O relatório desta comissão poderia trazer problemas futuros à reforma, segundo o deputado.

"Tudo tem que ser feito dentro da ótica da lei e do regimento, para evitar qualquer tipo de contestação futura. O objetivo é preservar a tramitação da reforma tributária", justificou o presidente da Câmara. 

Portanto, o relatório de Aguinaldo Ribeiro, que propôs a unificação de cinco impostos, não terá mais validade para o andamento da reforma no Congresso. Lira elogiou o trabalho e agradeceu o colega, e afirmou que "nada se desperdiça". "O relatório final sem dúvida irá incorporar alguns pontos, se não grande parte", afirmou. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895