Marchezan tem até sexta-feira para apresentar sua defesa

Marchezan tem até sexta-feira para apresentar sua defesa

Prazo integra uma das etapas do processo de impeachment que está em tramitação na Câmara

Correio do Povo

Marchezan tem até sexta-feira para apresentar defesa

publicidade

O prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) tem até a próxima sexta-feira para apresentar sua defesa à comissão processante da Câmara de Vereadores. Marchezan foi oficialmente notificado na última terça-feira da semana passada. O processo que pede o afastamento do prefeito do cargo foi aberto com base em uma denúncia de uso de recursos do Fundo Municipal de Saúde. 

Segundo a colunista Taline Oppitz, o tucano está sendo auxiliado por pelo menos dois advogados. Há a especulação de que Marchezan, que é advogado, possa atuar como parte em sua defesa. 

O pedido de investigação foi aprovado por 31 votos favoráveis e quatro contrários. Esse foi o sexto pedido de impedimento do prefeito recebido pela Câmara nesta legislatura. 

A comissão processante é composta pelos vereadores Hamilton Sossmeier (PTB, presidente), Alvoni Medina (Republicanos, relator) e Ramiro Rosário (PSDB), que foi o único entre os três a ter votado contra a denúncia.

Ao final dos trabalhos da comissão, o relatório deverá apontar a necessidade ou não de impeachment do prefeito, conforme as denúncias apuradas. O impedimento, no entanto, somente ocorrerá se o relatório indicar este ato e receber 24 votos favoráveis do plenário, o que representa dois terços dos vereadores.

Em vídeo, após a aprovação do pedido, o prefeito Nelson Marchezan Júnior se defendeu das acusações de que teria utilizado recursos do Fundo Municipal de Saúde para pagamento de gastos com publicidade. Segundo Marchezan, o processo trata-se de uma "antecipação da eleição" e ele está sendo julgado por seus "poucos acertos" durante a pandemia da Covid-19.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895