Marcos Valério acerta delação premiada com Polícia Federal

Marcos Valério acerta delação premiada com Polícia Federal

Empresário era operador do Mensalão do PT e possui inúmeras informações de interessa da Justiça

AE

Marcos Valério acerta delação premiada com Polícia Federal

publicidade

 O empresário Marcos Valério, operador do Mensalão do PT, é presumidamente possuidor de inúmeras informações de interesse da Justiça e da sociedade brasileiras, segundo informou o juiz Wagner de Oliveira Cavalieri, de Contagem (MG). Valério fechou acordo de delação premiada com a Polícia Federal em Minas. A informação foi divulgada pela Record e confirmada pelo Estado.

Ao autorizar a transferência do empresário para um estabelecimento prisional onde os próprios detentos ficam com as chaves das celas, o juiz Cavalieri destacou que o inegável interesse público em suas declarações sobre fatos ilícitos diversos que envolvem a República. Valério foi pivô do Mensalão do PT, por isso acabou condenado pelo Supremo Tribunal Federal à maior pena da Ação Penal 470, um total de 37 anos e cinco meses de cadeia.

O primeiro escândalo da era Lula levou à prisão quadros importantes do PT, como o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil) e José Genoino, ex-presidente do partido. Valério se compromete, no acordo com a PF, a revelar detalhes de um outro Mensalão, o do PSDB de Minas. Seu advogado, Jean Robert Kobayashi, disse que ele deverá fazer outras revelações sobre outros crimes.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895