MDB-RS contesta fala de Bolsonaro sobre o golpe militar

MDB-RS contesta fala de Bolsonaro sobre o golpe militar

Presidente do Brasil afirmou que os verdadeiros democratas não "apagam fotos ou fatos"

Correio do Povo

Presidente disse que não discute a História

publicidade

O MDB-RS emitiu uma nota, no final da noite desta quarta-feira, contestando as declarações do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro sobre o golpe militar. Mais cedo, o chefe do Executivo criticou a anulação da sessão legislativa que destituiu o então presidente João Goulart, em 1964. Na avaliação do partido gaúcho, a fala do presidente não condiz com a verdade.

No ano de 2013, o Legislativo invalidou a sessão de destituição de Jango numa votação em 21 de novembro, fato relembrado por Bolsonaro nesta quarta-feira: "Os verdadeiros democratas não apagam fotos ou fatos", disse.

Em resposta, o MDB-RS relembrou a liderança do senador Pedro Simon na respectiva sessão e enalteceu a importância do fato. "Simon salientou na ocasião que não temos desejo de vingança, nem ódio, nem mágoa. Nós queremos apenas reconstituir a história. Quem ler, vai saber", diz trecho do comunicado.

Por fim, a nota classifica como "deturpada" a visão de Bolsonaro do fato "tentando camuflar a ditadura cruel a que o País foi submetido".

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895