Melo sanciona extinção gradativa do cobrador de ônibus em Porto Alegre

Melo sanciona extinção gradativa do cobrador de ônibus em Porto Alegre

Prefeito afirma que profissionais irão ingressar no sistema S ou terão outras funções nas empresas

Correio do Povo

Prefeito sancionou projeto nesta terça-feira

publicidade

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, sancionou nesta terça-feira o projeto de lei que institui o Programa de Extinação Gradativa da Função de Cobrador de Ônibus na Capital. A expectativa é que o processo seja concluído até 2026. A medida havia sido aprovada pela Câmara dos Vereadores no começo do mês de setembro. 

De acordo com o chefe do Executivo, os profissionais terão oportunidade de ingressar no Sistema S ou poderão ser aproveitados nas próprias empresas, mas exercendo outras funções. O projeto promoverá a oferta de cursos de qualificação para todos os cobradores e avaliação, pelas empresas, do aproveitamento em outras funções, inclusive como motorista e mecânico. 

"Temos até o final de 2025 para que isso ocorra de forma gradual. Os profissionais terão oportunidade de ingressar no sistema S ou exercer outras funções nas empresas. Para efeito de baixar o valor da passagem de Porto Alegre é extremamente importante. Temos outras medidas que estão sendo somadas a esta, pois queremos uma tarifa mais justa para o bolso do cidadão", disse Melo. 

A necessidade da extinção dos cobradores é alegada pelo Executivo para reduzir a tarifa. Hoje, o valor da passagem é de R$ 4,80, com a a atuação dos cobradores tem impacto de R$ 0,72 no preço.  

A decisão faz parte de uma série de pautas propostas pelo prefeito sobre o transporte coletivo da cidade. Entre elas, a desestatização da Carris, também aprovada em setembro. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895