Ministro pedirá para PF e MP investigarem denúncias

Ministro pedirá para PF e MP investigarem denúncias

Carlos Lupi determinou afastamento de assessor especial do Ministério do Trabalho

Agência Brasil

Ministro afirma que já determinou a abertura de sindicância interna para investigar as denúncias

publicidade

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, afirmou pedirá ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que a Polícia Federal investigue as denúncias de corrupção em sua pasta, publicadas na edição deste fim de semana da revista Veja. Ele já determinou o afastamento do assessor especial e coordenador-geral de Qualificação, Anderson Alexandre dos Santos.

A matéria aponta Anderson Alexandre Santos como operador de um suposto esquema de cobrança de propinas a organizações não governamentais (ONGs) que tinham contratos com o Ministério do Trabalho. À Agência Brasil, Carlos Lupi disse que já determinou a abertura de sindicância interna para investigar o suposto esquema e que, na segunda, vai requerer ao Ministério Público a apuração das denúncias publicadas pela revista.

O ministro qualificou a reportagem de "denúncia vazia". Segundo ele, "as pessoas que denunciam se acovardam no anonimato". Carlos Lupi disse, ainda, que o PDT "nunca compactuou com esse tipo de esquema".

Para ele, está havendo "uma onda de denuncismos" e, no seu caso, a avaliação que faz é de uma tentativa de desestabilizá-lo. "A quem interessam essas denúncias? Mas não tem problema, eu sou osso duro de roer", ressaltou Lupi.

Dilma evita comentários

Em Paris, a presidente Dilma Rousseff não quis comentar neste sábado as denúncias. Questionada sobre as acusações, ela se limitou a dizer que não havia lido as reportagens sobre o tema e que não falaria a respeito. "No Brasil a gente responde."

Bookmark and Share

Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895