Moro vai depor sobre suposta interferência de Bolsonaro neste sábado

Moro vai depor sobre suposta interferência de Bolsonaro neste sábado

Ministro afirmou a revista que entregará provas de ingerências na PF em "momento oportuno"

Estadão Conteúdo

Ex-ministro deixou cargo após presidente trocar comando da PF

publicidade

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro , vai prestar depoimento neste sábado, à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República em Curitiba (PR), onde voltou a morar. Segundo fontes envolvidas na investigação, o depoimento deve ser tomado entre as 11h e as 14h.

Nesta sexta-feira, o ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal, deferiu pedido formulado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e designou três procuradores indicados pela PGR para acompanhar o depoimento do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro. Na noite de quinta, o decano já tinha determinado a realização da oitiva em até cinco dias de Moro, atendendo "razões de urgências" apresentadas por três parlamentares.

Moro afirmou, em entrevista à revista Veja, que entregaria provas de acusações de interferência política do Planalto na Polícia Federal "em momento oportuno".
 


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895