Multidão de ato pró-governo segue em direção à Praça dos Três Poderes em Brasília
capa

Multidão de ato pró-governo segue em direção à Praça dos Três Poderes em Brasília

Faixas pedem aprovação de pautas do Executivo pelo Congresso, como a aprovação da reforma da Previdência e do projeto anticrime

Por
AE

Manifestantes defendem as reformas propostas pelo governo

publicidade

Em ato programado para acontecer em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, em apoio às pautas do governo Bolsonaro, uma multidão de manifestantes caminha em direção à Praça dos Três Poderes na manhã deste domingo, quando estão programados protestos em pelo menos 312 cidades brasileiras. Os manifestantes estão acompanhados de trios elétricos, identificados pelos movimentos Limpa Brasil e Direita Brasil. Também já há pessoas concentradas em frente ao Parlamento.

Entre os apoiadores, em grande parte vestidos com roupas em cores verde e amarelo, pessoas carregam bandeiras do Brasil e também estampadas com o rosto do presidente Jair Bolsonaro. Faixas pedem aprovação de pautas do Executivo pelo Congresso, como a aprovação da reforma da Previdência e do projeto anticrime e anticorrupção do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

De cima do trio identificado pelo Movimento Limpa Brasil, um homem no microfone defende essas pautas e também aprovação da reforma administrativa, que diminuiu o número de ministérios, e ainda a instauração da CPI da Lava Toga, comissão parlamentar de inquérito para investigar o "ativismo judicial" em tribunais superiores. Há pouco, de cima de um dos trios, uma mulher pediu para que pessoas se oferecessem para vestir uma roupa de "lagosta do STF". O Supremo Tribunal Federal foi alvo de polêmica recente em função de um edital que prevê refeições com lagosta e vinhos com premiação internacional.

Em ato de apoio ao governo Bolsonaro em Brasília, um grupo de pessoas em um dos trios elétricos se fantasiou de lagosta, em forma de protesto ao edital do Supremo Tribunal Federal (STF) que prevê refeições com lagosta e vinhos com premiação internacional. Entre os gritos de defesa de pautas encampadas pelo governo, como a reforma da Previdência e o pacote anticrime e anticorrupção, o STF se tornou alvo. Há várias faixas e cartazes pedindo a instauração da CPI da "Lava Toga", uma comissão parlamentar de inquérito para investigar o "ativismo judicial" em tribunais superiores. De cima do trio onde estão os fantasiados de lagosta, manifestantes pedem pela instauração da CPI e reclamam da atuação da Suprema Corte. "A gente prende, eles soltam", disse um dos participantes do protesto.

"É muita palhaçada do STF, vamos exigir a CPI da Lava Toga", acrescentou, completando que "motivos não faltam" para a apuração. O chamado Centrão, que reúne parlamentares de Centro no Congresso, também é alvo de insatisfação. Segundo a última estimativa da Policia Militar, a manifestação em Brasília conta com 10 mil pessoas. Uma das faixas diz #foraMaia, em referência ao presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), e #foraSTF. "Alô Rodrigo Maia, o povo não é bobo. Ele sabe que você foi eleito pelo manto da impunidade", diz um dos manifestantes do trio.