"Não vou dourar a pílula", diz Eduardo Leite sobre a reforma nas carreiras
capa

"Não vou dourar a pílula", diz Eduardo Leite sobre a reforma nas carreiras

Em vídeo gravado, governador afirmou que as mudanças vão causar impactos nos servidores

Por
Mauren Xavier

Leite disse que terá início o debate com os servidores, deputados, sindicatos, entidades representativas e sociedade

publicidade

Praticamente ao mesmo tempo em que conversava com a imprensa, o governador Eduardo Leite (PSDB) divulgou um vídeo em qual fez um pronunciamento sobre as mudanças propostas nas carreiras dos servidores. Enfatizou que "não vai dourar a pílula" e que as mudanças vão impactar "no modo como os contracheques são construídos". Pela manhã, o governador começou a discussão das propostas com a base aliada, em encontro no centro de treinamento da Procergs, na zona Sul de Porto Alegre. 

"Não vou dourar a pílula. Vamos ter sim mudanças impactantes, que vão transformar o modo como os contracheques são construídos. Mexendo em vantagens, incorporações e mesmo na previdência", ressaltou o governador, no pronunciamento de quase 10 minutos. 

Ele adiantou que terá início o debate com os servidores, deputados, sindicatos, entidades representativas e sociedade. Leite definiu as mudanças como "uma série de medidas importantes, necessárias, urgentes e transformadoras da realidade do Rio Grande". Ele disse ter consciência de que as medidas vão impactar a vida dos servidores, mas que não podem mais ser adiadas.