Narrativa do presidente estimulou aumento do desmatamento da floresta, afirma Maia
capa

Narrativa do presidente estimulou aumento do desmatamento da floresta, afirma Maia

Segundo presidente da Câmara, presidente deveria recorrer a dados do Inpe

Por
AE

Segundo presidente da Câmara, presidente deveria recorrer a dados do Inpe

publicidade

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, que a narrativa que o presidente da República, Jair Bolsonaro, construiu em seu governo em relação a temas ambientais estimulou o aumento dos desmatamentos. Na visão de Maia, o discurso de Bolsonaro fez com que algumas pessoas achassem que estavam liberadas para fazer o que quisessem, sem temer nenhum tipo de reação. Rodrigo Maia participa de evento da Câmara de Comércio Brasil-França no período da tarde desta segunda-feira, na capital paulista.

A narrativa de Bolsonaro, disse o presidente da Câmara, gerou a sinalização errada. Ele deu o exemplo do momento em que o presidente questionou dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). "Se governo tivesse chamado o diretor do Inpe e tivesse dito que precisava dos dados para ficar informado e ter uma narrativa que não fosse contra o Brasil... Mas ter negado as informações gerou atrito do Brasil com outros países", comentou o presidente da Câmara. Maia, contudo, reconheceu que a ação de Bolsonaro na sexta-feira foi "efetiva", em referência ao emprego de militares em uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para combater as queimadas.