Novos ministros da Justiça e da Advocacia-Geral tomam posse

Novos ministros da Justiça e da Advocacia-Geral tomam posse

Cerimônia fechada ocorreu nesta terça-feira (30) no Palácio do Planalto. Bolsonaro oficializou mudança em seis ministérios

R7

André Mendonça tomou posse em uma cerimônia fechada no Planalto

publicidade

Os novos ministros da Justiça, delegado Anderson Torres, e da Advocacia-Geral da União (AGU), André Mendonça, tomaram posse no final desta terça-feira. A cerimônia, fechada, ocorreu no Palácio do Planalto, em Brasília.

As nomeações de Torrres e Mendonça foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira e fazem parte da reforma ministerial anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Nesta segunda-feira, o presidente fez uma dança das cadeiras e alterou a posição de nomes importantes de seu governo. Braga Neto, titular do ministério da Casa Civil, deixa seu cargo para assumir o Ministério da Defesa no lugar de Fernando Azevedo.

Veja Também

O Ministro Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo da Presidência da República, assume a Casa Civil. Para o Itamaraty, assume Carlos Alberto Franco França, e para a Secretaria de Governo, a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF).

Após a minirreforma ministerial, o governo Bolsonaro chegou a 16 ministros demitidos em cerca de dois anos e dois meses de gestão. O motivo das exonerações variam, passando por discordâncias públicas dos ocupantes com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), embates com o Congresso e a presença informações falsas nos currículos


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895