Oposição ingressa com mandado no STF para cancelar sessão da CCJ sobre reforma
capa

Oposição ingressa com mandado no STF para cancelar sessão da CCJ sobre reforma

Líder da minoria, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), quer a publicidade dos dados que comprovariam a necessidade da reforma

Por
AE

A líder da minoria na Câmara, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), anunciou a decisão

publicidade

A líder da minoria na Câmara, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), anunciou que os partidos de oposição ingressaram nesta quinta-feira com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir o cancelamento da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa que aprovou a constitucionalidade da reforma da Previdência.

De acordo com a deputada, o colegiado votou a proposta "no escuro" porque o governo não apresentou os dados e os cálculos que embasaram a construção da proposta da reforma da Previdência. "O governo diz que o país vai quebrar sem uma reforma, mas não provou isso ainda para a gente. Eles precisam provar que isso é verdade", disse.

A oposição quer que a reforma da Previdência seja novamente analisada pela CCJ após o governo dar publicidade aos dados.