Oposição pedirá cassação do mandato de Eduardo Bolsonaro por declaração sobre AI-5

Oposição pedirá cassação do mandato de Eduardo Bolsonaro por declaração sobre AI-5

Pedido será apresentado no Conselho de Ética da Câmara na próxima semana

AE

Pedido será apresentado no Conselho de Ética da Câmara na próxima semana

publicidade

O líder da Oposição na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (PSB-RJ), afirmou, nesta quinta-feira, que a ala pedirá a cassação do mandato do deputado Eduardo Bolsonaro (SP), líder do PSL na Casa, por sua declaração sobre um "novo AI-5". Segundo Molon, que fez o anúncio a jornalistas na Câmara, o pedido será apresentado na próxima semana no Conselho de Ética da Casa.

"Declaração extremamente grave, inaceitável, fere o decoro parlamentar, e por isso nós da oposição vamos pedir a cassação do mandato do deputado Eduardo Bolsonaro", afirmou o líder da oposição. Para Molon, Eduardo "abusa" das prerrogativas de parlamentar, "em especial a imunidade parlamentar". "Ele está usando a imunidade parlamentar para defender o fim da democracia, para ameaçar o Parlamento", disse Molon.

Líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente também afirmou que será apresentada uma notícia crime no Supremo Tribunal Federal (STF), ainda nesta quinta-feira, contra Eduardo. "Ele está pregando uma ditadura", afirmou. Segundo Valente, há uma articulação para que haja um pronunciamento geral de repúdio à declaração do deputado pelos partidos de oposição e também de Centro. "Falamos com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, há uma articulação junto com Davi Alcolumbre para que haja um pronunciamento geral dos partidos políticos de oposição e também do Centro para repudiar mais essa atitude", afirmou. 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895