"Pazuello infelizmente mentiu em várias oportunidades", diz Renan Calheiros

"Pazuello infelizmente mentiu em várias oportunidades", diz Renan Calheiros

Relator da CPI da Covid disse que irá reunir todas as mentiras e devidas comprovações e enviar ao Ministério Público

R7

Relator da CPI da Covid disse que irá reunir todas as mentiras e devidas comprovações e enviar ao Ministério Público

publicidade

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), disse nesta quarta-feira, 19, que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello mentiu em diversos momentos do seu depoimento à CPI. Renan foi questionado especificamente sobre o caso da Coronavac, em que ação e depoimento de Pazuello são contrários ao publicado nas redes sociais na época da negociação da compra de vacinas: 

"Isso você verifica no processo de aquisição à vacina, na Pfizer, depois o que se verificou na compra de apenas 10% e não de 50% da Coronavac, com uma empresa atravessando a compra junto à Índia, algo totalmente inexplicável. Ele, infelizmente, mentiu em várias oportunidades e em outras ocultou aquilo que a pergunta queria que ele respondesse". 

Veja Também

Em função do habeas corpus e de acordo interno feito pelos titulares da CPI não haverá voz de prisão ao ex-ministro, mesmo com a avaliação do relator de que a testemunha tenha faltado com a verdade. 

"O procedimento agora é: você coloca essas mentiras e os comprovantes dessas mentiras no relatório e envia ao Ministério Público, como foi feito com Wajngarten. No meu caso, vou juntar as mentiras todas, comprová-las e elas farão parte do relatório final". 

Questionado se diante das "mentiras" seria necessária uma acareação entre o representante da Pfizer e Pazuello, Renan disse que não. "O depoimento do represente da Pfizer foi incontestável sob todos os aspectos, e ele trouxe documentos comprovando o que disse". 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895