Pelo menos 70% das cidades gaúchas devem vacinar por faixa etária sem comorbidades

Pelo menos 70% das cidades gaúchas devem vacinar por faixa etária sem comorbidades

Estimativa é do Conselho das Secretaria Municipais de Saúde do RS

Flavia Bemfica

Centenas de cidades gaúchas devem anunciar as datas de início da vacinação por faixa etária

publicidade

Nas próximas horas, centenas de cidades gaúchas devem anunciar as datas de início da vacinação por faixa etária de pessoas sem comorbidades a partir de 59 anos. A estimativa é do Conselho das Secretaria Municipais de Saúde do RS (Cosems), com base no número de pedidos de esclarecimentos, solicitações e encaminhamentos que já chegaram ao conselho até o início da tarde desta terça-feira. “A partir das demandas que recebemos e da chegada dos novos lotes das vacinas da AstraZeneca e da Pfizer ao Estado, projetamos que aproximadamente 70% das cidades gaúchas estejam definindo o início da vacinação para pessoas de 59 anos, sem comorbidades, nas próximas horas, e com início para os próximos dias”, informa o presidente do Conselho e secretário municipal de Saúde de Canoas, Maicon Lemos. 

Canoas, segundo maior município da região Metropolitana, e terceiro com a maior população do RS, vai definir nesta tarde em qual dia desta semana começa a vacinação da população em geral. “Em Canoas, teremos o Dia D para o grupo da Educação amanhã (quarta-feira), quando pretendemos vacinar quatro mil pessoas, e, depois disto, poderemos entrar na população com 59 anos. A faixa etária dos 50 aos 59 anos continua grandemente atingida, tanto quando falamos de internações, como de óbitos. Então, é estratégico este avanço”, assinala o dirigente.

O anúncio em Canoas acontece um dia depois daquele de Porto Alegre, antecipado na noite de segunda-feira pelo prefeito Sebastião Melo (MDB) e o secretário municipal da Saúde, Mauro Sparta, ao Correio do Povo. Eles definiram que, na Capital, a imunização para as pessoas com 59 anos de idade, sem comorbidades, começará na sexta-feira, 4 de junho. Os professores começaram a ser imunizados nesta terça. Sparta projetou vacinar massivamente profissionais da área da educação até a quinta-feira, 3, para na sexta entrar na população em geral.

Conforme Lemos, a quarta-feira, véspera de feriado, está sendo considerada nas cidades como uma espécie de divisor de águas no sentido de alcançar a complementação da vacinação dos professores e poder dar início a da população em geral. Por isto a grande expectativa de gestores municipais e da saúde em relação aos anúncios das próximas horas. Na região Metropolitana, e no Vale dos Sinos, Campo Bom, Esteio e Ivoti já vacinam pessoas a partir dos 59 anos sem comorbidades.

Em Campo Bom, a vacinação por faixa etária a partir dos 59 anos começou no sábado, apenas um dia depois da publicação da nota técnica do Ministério da Saúde que permitiu a ampliação. Nesta terça estão recebendo a primeira dose pessoas sem comorbidades a partir de 55 anos de idade.

“Agilizamos ao máximo a imunização em nossa cidade e conseguimos de fato fazer uma gestão antecipada. É muito gratificante. É o que todo mundo quer”, afirma o prefeito Luciano Orsi (PDT). Conforme Orsi, a prefeitura projeta que, mantidas as entregas regulares dos imunizantes no ritmo atual, a cidade poderá chegar a julho abrindo a vacinação para a população na faixa etária dos 30 anos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895