Pelo menos cinco senadores tiveram Covid durante o recesso

Pelo menos cinco senadores tiveram Covid durante o recesso

Intervalo dos parlamentares termina em uma semana

R7

Plenário do Senado Federal

publicidade

A uma semana da retomada dos trabalhos legislativos, pelo menos cinco senadores estão com Covid-19. O recesso parlamentar termina em 2 de fevereiro e alguns parlamentares poderão não retomar as sessões presenciais, pelo menos, por enquanto. São eles: Mecias de Jesus (Republicanos-RR), Esperidião Amin (PP-SC), Roberto Rocha (PSDB-MA), Omar Aziz (PSD-AM),  e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA) informou pelas redes sociais, na terça-feira, que foi diagnosticado com Covid-19. Ele disse que sente apenas sintomas leves e que cumprirá agenda de forma remota pelos próximos dias.

Também pelo Twitter, o senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR) informou, no último dia 12 que que teve diagnóstico positivo para a Covid-19. O parlamentar de 60 anos disse que já tomou as duas doses da vacina contra a doença e se recupera bem em casa, onde está cumprindo isolamento.  Ele pediu às pessoas que reforcem os cuidados e se vacinem contra a Covid-19.

O senador Omar Aziz (PSD-AM) informou na sexta-feira passada, que também foi diagnosticado com Covid-19. Segundo o comunicado, ele está vacinado e sem sintomas, e vai cumprir o período de isolamento.  "Mesmo com as medidas de precaução e distanciamento, contraí Covid. Tomei todas as doses da vacina e estou assintomático. Vou cumprir quarentena como determinam as autoridades médicas", publicou o senador.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) confirmou nesta quarta-feira, também pelo Twitter, ter recebido o diagnóstico de Covid-19. Ele disse que esta é a primeira vez em que testa positivo para a doença e que, até o momento, está sem sintomas. O senador afirma que já tomou as três doses da vacina.“Testei positivo para Covid-19, pela primeira vez. Estou sem sintomas e tranquilo, graças às três doses de vacina que tomei. Aproveito para agradecer à ciência e aos nossos profissionais de saúde por nos garantirem esse alento. Ficarei me cuidando e em isolamento”, afirmou.

O senador Esperidião Amin (PP-SC) foi diagnosticado com Covid-19 no último dia 3. Ele está vacinado e afirmou que não apresenta sintomas graves e que está em isolamento. É o primeiro diagnóstico positivo da doença reportado por Amin, que tem 74 anos.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895